Mulheres em Pedaços ou Pedaços de Mulheres: uma vida singular!


/* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:”Tabela normal”; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-parent:””; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; font-family:”Times New Roman”; mso-ansi-language:#0400; mso-fareast-language:#0400; mso-bidi-language:#0400;}

Mulheres em Pedaços ou Pedaços de Mulheres: uma vida singular!

 

Recebi um EMAIL da Tatiana* divulgando um trabalho que ela e uma colega estão fazendo. Achei interessante e disponibilizei espaço aqui no Blog para a divulgação. Vejam abaixo e participem!

 

A vida cotidiana passa por entre trabalhos, amores, inconstâncias, conhecimentos novos, músicas e tudo mais que seja capaz de compô-la de forma singular. Imaginem entre todas as possibilidades criativas que a vida proporciona: como se pode configurar a vida de uma mulher entre todos os desafios e situações inusitadas que possam lhe surgir? Quais os movimentos internos que contribuem para que estas mulheres se tornem o que são? O que trazem estas mulheres em suas memórias, que oscilam entre as sombras e as luzes de um passado, nem sempre tão distante?

 

Como pesquisadora a partir das Histórias de Vida e (Auto) Biografia, faço estas e outras tantas perguntas a mim mesma, enquanto sujeito em metamorfose constante, mas, principalmente, como uma mulher em busca de si, de suas próprias compreensões. Com este propósito, eu e minha colega Cláudia Flores, doutoranda da Faculdade de Educação da PUCRS, que trabalha belissimamente as questões do feminino, decidimos unir nossas memórias, criações e imaginários com os de outras tantas mulheres, que de certa forma foram e são capazes de viver plenamente suas próprias histórias, sem medo de acertar ou errar. Mas… Viver a plenitude de sua felicidade sob a luz de suas escolhas. Pensamos em publicar um livro trazendo relatos de mulheres com histórias singulares de vida, com contradições, com desafetos, com amores excessivos, com conquistas, com sucessos e tudo mais que as páginas deste trabalho suportar, se tratando de Histórias de Vida.

 

Se vocês conhecem histórias interessantes do cotidiano de mulheres singulares, mande para nós. Entraremos em contato com os colaboradores, pois todas as histórias podem contribuir para a criação de uma linda “colcha de retalhos”.

 



/* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:”Tabela normal”; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-parent:””; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; font-family:”Times New Roman”; mso-ansi-language:#0400; mso-fareast-language:#0400; mso-bidi-language:#0400;}

*Tatiana Spindola Hossein

Bolsista PIBIC/CNPq/GRUPRODOCI/FACED/PUCRS

Contato: thatyspiho@gmail.com

Esse post foi publicado em (auto)biografia, história, Memória e Educação, mulheres, vida. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s